Depoimentos

Fernando Eckert


“Quando fiz a entrevista, eu estava em muito fragilizado emocionalmente e parecia que tudo ao meu redor estava fora de controle, inclusive aquilo que era bom e eu não conseguia ver. Já nas primeiras duas ou três sessões a Karina trabalhou focada nas emoções que eu exteriorizava.

 

Os primeiros resultados vieram e me levaram a maior motivação para realizar as tarefas e me engajar no processo de transformação. Na metade do caminho eu já me sentia outra pessoa, algo que foi percebido por quem estava ao meu redor, o que gerou estímulo extra!

 

Hoje me conheço melhor e tenho um plano para continuar nessa mesma vibe. E o mais importante é que sei que só depende de mim”.

Geovana Salamanca

"Ao iniciar o coaching, o objetivo escolhido por mim foi o equilíbrio emocional e o autoconhecimento. 

 

No começo tudo parecia tão confuso mas com as sessões semanais e orientação da espetacular coach Karina Oliveira, as coisas começaram a fazer sentido e iam mudando como em um passe de mágica, por meio das ferramentas, técnicas e tarefas. 

 

Descobri quem era a Geovana, o que ela queria da vida e tudo aquilo que a tornava mais fazia feliz e realizada. Me tornei mais independente e segura. É incrível ver a diferença do antes e depois do processo do Coaching, a vida parece mais leve, mais tranquila. 

 

Importante destacar também que a gratidão e a vontade de mudar é essencial para o alcance do objetivo."

Hyorrana Lopes

“Tudo começou quando eu recebi uma ligação…antes, porém, de continuar meu relato,quero dizer que eu compartilhava de uma triste e preconceituosa ideia de que, coach, era alguém que não teve muito sucesso e quis ensinar pessoas a como ter sucesso. Eu sei, é horrível, mas muitas pessoas pensam assim. Até que um dia, recebi a ligação de alguém que me fez pensar de forma diferente.

 

Karina me ligou e conversamos por alguns minutos, mas que foram o suficiente para me fazer pensar: - Quem a Hyorrana quer ser? E porque? Consegui refletir em alguns pontos e pude entender que a fúria que eu carregava, não era exatamente culpa minha, pois cada um deve ser responsável apenas pelo que fez. Que ser boa para as pessoas é bom, mas do jeito certo, afinal, será que estou ajudando ou evitando que as pessoas aprendam, evoluam, desenvolvam?

 

Em 10 sessões, pude aprender a me aceitar e melhor ainda, me melhorar. Não é fácil, muito menos sem dar trabalho, afinal de contas, estou mudando 30 anos de um ser! Mas como a mensagem de um certo diário preto: “o que não te desafia, não te transforma”. Pois bem, resolvi encarar o desafio e aprender um pouco mais sobre mim. Parece estranho falar assim, mas sério, na maioria das vezes, não sabemos nada sobre nós mesmo, ou pior, não paramos para perceber tudo o que somos, fazemos, pensamos e sentimos e, como afetamos outras pessoas as vezes, sem nem perceber.

 

Cumprindo cada tarefa, conversando e pensando em cada sessão, consegui me livrar de um peso ENORME, que eu carregava nem sei porque. O alívio que senti em uma data comemorativa que sempre me fez sofrer, o Dia dos Pais, foi tão, mas tão gratificante que como eu disse para a Karina, já valeu demais. Se eu não tivesse mais sessões dali por diante, já teria valido a pena todo o esforço.

 

Graças a Deus que colocou esse anjo chamado Karina Oliveira na minha vida, eu pude ver melhoras significativas principalmente no meu ambiente de trabalho. Até uma promoção que eu imaginava que não viria mais, devido ao meu comportamento explosivo, fui surpreendida em conseguir. Claro que teve meu esforço e minha vontade de ser uma pessoa melhor, mas quando temos a orientação certa, as coisas acontecem da maneira desejada, ou até melhor.

 

Bom, concluindo o que eu disse lá em cima… não penso mais que o coach não sabe o que está fazendo, ou não teve sucesso na vida. Muitíssimo pelo contrário, somente alguém que estudou, se importou com o outro e está evoluído, pode ajudar uma outra pessoa a ter sucesso na vida.

 

Karina, sou imensamente grata por sua paciência. Seu cuidado. A limpeza que fez nas minhas emoções e, por ter me mostrado que posso sim ser eu mesma, só que de uma forma melhor, mais leve, mais calma, enfim, MELHOR. Você é incrível!”